Ambientes Virtuais com Python

A utilização de ambientes virtuais para aplicações em Python se tornou bastante utlizada por vários motivos, dentre eles isolar os pacotes da aplicação com os do pacotes do sistema.

Isso ajuda quem trabalha em vários projetos usando as mesmas bibliotecas mas com versões diferentes, e também com ambientes em que não haja permissão para instalação dos pacotes como superusuário assim com o virtualenv não há preocupação.

Instalando o pacote virtualenv

Obs: O virtualenv funciona tanto na versão 2.7 quando na 3.x do python.
Neste post iremos usar a 3.x, padrão de vários sistemas operacionais como no Ubuntu. :::

Instale o pacote virtualenv com o pip3:

pip3 install virtualenv

Confira a instalação com o comando:

pip3 show virtualenv

Dentro do seu projeto use o comando python -m venv .venv para criar uma virtual environment:

python -m venv .venv

Pronto instalação finalizada. Agora vamos aprender a usar o venv dentro do nosso projeto:

Adicionando uma venv no seu projeto

Crie a pasta do seu projeto:

mkdir nome_do_projeto

Entre na pasta do projeto:

cd nome_do_projeto

Insira o seguinte comando para criar uma venv dentro do seu projeto:

python -m venv .venv

Precisamos ativar a venv para que use a versão do python e pacotes apenas no seu projeto separando-os do seu sistema operacional:

source .venv/bin/activate

O retorno será semelhante a esse:

(.venv)bergpb@localhost

Para desativar a venv basta usar o seguinte comando:

deactivate

Pronto agora você pode instalar pacotes sem se preocupar com conflitos em outros projetos.